Oi Pessoas!! Tudo bem? O post de hoje é um daqueles Tendência-Polêmica, como o da Pochete (que saiu AQUI no blog e vale conferir). O salto tratorado ganhou uma força extrema nesta temporada de Outono/Inverno. Por isso entre as várias olhadas nas redes sociais, ao menos uma vez, no seu dia, você vai ver uma sandália, bota, ou afins com solado tratorado. E pra não ficar de fora dessa tendência, tirar algumas dúvidas, ou decretar de vez que ela não é pra você vale a pena ler esse post até o fim. Vem comigo!

Pés calçados com sandália branca e azul de solado com salto tratora e escrito por cima da imagem: salto tratorado
Virando Moda
Provavelmente, se essa é a primeira vez que você vê um salto desses, você deve estar pensando: "o que faz uma pessoa usar isso?". Mas calma aí amigx, porque essa foi a mesma reação que eu tive ao ver essa sandália pela primeira vez, com Manu Gavassi, num capítulo de Malhação, lá em 2015, mas como minha mãe diz que a gente paga a língua, cá estou eu, em 2017 desejando loucamente um calçado com esse salto lindo. E eu selecionei dois tipos de calçado pra te "situar" antes de dar algumas dicas de look.

Quatro looks montados com botas de salto tratorado
Foto: Virando Moda
O combo bota de salto + solado tratorado traz o glamour do fashionismo e o poder do estilo rock chic, além de aquecer nossos pezinhos nessa época fria do ano. Mas se eu fosse apostar em uma terceira, e quarta, tendência para complementar essa dupla, seria, sem dúvidas o verniz e metalizado, como no primeiro look.

Quatro looks montados com sapatos oxfords flatform de salto tratorado
Foto: Virando Moda
Os oxfords tratorados vêm, geralmente, junto a outra tendência que bombou no início do ano, o flatform, que lembra as sandálias de plataforma. Normalmente a escolha dos oxfords é feita em tons mais sóbrios, como o nude ou preto, mas se você quiser ousar ainda mais, vale escolher os metalizados, brilhosos, com cores mais fortes, ou fazer como a RiRi e apostar em um com solado colorido.

Quatro looks montados com sapatos de salto tratorado e calça
Foto: Virando Moda
Escolhi quatro looks com pegadas bem diferentes pra te provar que dá sim pra montar produções para o dia a dia e para o trabalho com o salto tratorado e calça. A principal dica é incrementar o calçado no seu estilo, o que torna tudo mais fácil no fim. Você pode combinar a sandália com looks mais coloridos, como nos dois primeiros, ou mais sóbrios e, até mesmo formal e muito fashionista como na última produção.

Quatro looks montados com sapatos de salto tratorado e shorts
Foto: Virando Moda
Tá aí a minha peça favorita: o shorts! Porque é Outono/Inverno, mas não faz frio 24 horas por dia e em todas as regiões do Brasil, então vale apostar neles quando o sol resolve dar as caras ou na sua região, assim como a minha, o frio não é tão forte. O shorts pode ser jeans, de alfaiataria, ou com um tecido mais quentinho, não importa, a dica aqui é combinar com sandálias mais clean e abertas para um visual mais leve, ou escolher botas, ou calçados que tenham as ondulações mais definidas para um look mais "pesado".

Quatro looks montados com sapatos de salto tratorado e vestido
Foto: Virando Moda
Vestidos! Sim, dá pra montar produções elegantes com o salto tratorado. E só para confirma essa ideia, Stella Mccartney, o terceiro look, foi a um evento da Vogue de vestido e salto tratorado. Então não precisa se preocupar de o calçado não ser apropriado, desde que combine com o restante do look, e não destoe tanto do resto da produção.

Bota marrom de salto tratorado
Foto: ...
E aí? O que acharam dessa tendência? Usariam? Me digam nos comentários.
E não se esqueçam de seguir o blog nas redes sociais pra não perder nada. Beijos de Glitter!!
PS: Sábado tem post novo às 10:30!

Fanpage | Instagram Twitter | Snapchat: @Carolm_Ana


Oi Pessoas!! Como vocês estão? No post de hoje eu vim dar algumas dicas para você não errar nunca mais na hora de passar corretivo, em especial, o corretivo colorido, que é o centro das nossa atenções hoje. Porque em algum momento você já se pegou olhando aquela paleta, maravilhosa, de corretivos coloridos e não sabia pra que servia cada cor, nem muito menos como usar. Por isso eu tô aqui hoje, pra acabar com todas as suas dúvidas. Vem comigo!

Paleta de corretivos ao fundo com a frase: como usar corretivo colorido
Virando Moda
Assim como o corretivo de tom normal, os coloridos buscam cobrir imperfeições, mas com ainda mais precisão, uma vez que as cores escolhidas são utilizadas para um fim específico, desde acnes a manchas de pele mais acentuadas. Por isso, antes de escolher seu corretivo, é muito importante saber para que serve cada cor, e qual tom ele irá neutralizar.
  • Laranja: cobre perfeitamente tons azulados, como algumas olheiras mais profundas e hematomas.
  • Lilás ou Roxo: neutraliza tons amarelados, esverdados ou amarronzados, além de ser um tom perfeito para peles negras, que não têm as olheiras tão aparentes.
  • Verde: é indicado para tons mais avermelhados, como acnes, cicatrizes e vasos mais aparentes.
  • Amarelo: hematomas arroxeados e olheiras muito escuras se neutralizam com essa cor.
  • Vermelho: disfarça tons esverdeados e é uma ótima escolha para quem sofre de vitiligo e deseja esconder a "ausência de cor" em determinadas partes da pele.
  • Salmão ou Coral: cobre olheiras arroxeadas ou azuladas, e mesmo não sendo tão comum de se encontrar como os outros tons, é fácil encontrar vídeos no YouTube com misturinhas que chegam a esse tom.
Tabela de cores para combinação de cores
Foto: Virando Moda
E se restou qualquer dúvida de qual cor neutraliza determinado tom, basta usar essa tabelinha aí de cima, escolher o tom aproximado do seu hematoma, mancha, ou afins que queira cobrir, e seu tom oposto vai fazer esse trabalho perfeitamente.
DICA: Se você quiser investir nos corretivos coloridos, recomendo a escolha de paletas, uma vez que vêm com várias cores, e têm n utilidades.

Embalagens unitárias de corretivo colorido abertas
Foto: Make Coisa e Tal
E por hoje foi só! Espero que tenham gostado, e que esse post ajude muuuuiiito quem ainda tinha dúvidas sobre esses corretivos. E se, mesmo assim, ficou alguma dúvida, deixa aí nos comentários que vai ser um prazer te responder.
Não esquece que Quinta, às 14:00, tem post novo, e tenho certeza que vocês irão gostar muito. Até lá!
Beijos de Glitter!!
PS: O Blog tá de página nova no Facebook, então se você ainda não curtiu, corre lá, pra não perder nenhuma novidade.


Oi Pessoas!! Vai me dizer que não bateu aquele susto momentâneo quando você ouviu falar que a Pochete, sim queridx, a P-O-C-H-E-T-E, voltou! Passado o susto, deixa eu te contar um segredo: elas abandonaram aquele design pesado e sem graça dos anos 90, e voltaram cheias de estilo e, acreditem, muito bonitas. E por esse motivo, o post de hoje será em duas partes. A primeira, essa aqui, vai ser mais pra gente se familiarizar com essa volta, pra lá de fashionista da nossa amiga pochete, e a segunda, que sai na Terça que vem, dia 30, será de dicas de looks, como combinar e implementar a bolsa no dia a dia. Então vamos lá para a nossa primeira etapa?

Foto: Virando Moda
Certamente a imagem de pochete que mais rodou, até agora, no nosso 2017, foi com Bruna Marquezine, no carnaval, mais especificamente no Bloco da Favorita. E é nesse momento que, parando pra analisar, fica bem clara a mudança no estilo desse tipo de bolsa. Elas voltaram completamente repaginadas, seguindo a tendência de seres mitológicos e coisas fofas, tendo desenhos e forma cada vez mais marcantes e distantes de como as conhecíamos.

Foto: Comer, Blogar e Amar

Mas se esse modelos mais diferentões não fazem o seu estilo, e você prefere algo mais sóbrio e clássico, sem neuras e preocupações, porque os modelos menores, quadrados e em tons neutros, também sofreram grandes alterações, e lembram bastante as clutchs, com o pró de não ser necessário segurá-la 24 horas.

Foto: Virando Moda
Então, queridx, sem essa de que a tendência da pochete não tá com nada, porque eu tenho certeza que você vai se apaixonar por algum dos inúmeros modelos e estilos dela. Então, me diga aí nos comentários se você é a favor ou não da volta da pochete?
A gente se vê no sábado como eu expliquei no Instagram.
Beijos de Glitter!!


Fanpage | Instagram Twitter | Snapchat: @Carolm_Ana


Oi Pessoas! Quem ama rímel, assim como eu, sabe que ele dura pouquíssimo, se comparado a outros produtos de beleza, e, por esse motivo, muitas vezes ele acaba ficando ressecado antes do tempo. Aí você vai lá, e joga aquela máscara maravilhosa, que você tanto ama, no lixo?! NÃO!! Hoje eu tô aqui pra dar algumas dicas de como conservar bem a sua máscara de cílios, fazendo-a durar bem mais, além de recuperar as que "não têm mais jeito". Bora lá?!

Foto: Virando Moda
  • Para que seu rímel não resseque tão rapidamente, nada de ficar fazendo aqueles movimentos de vai e vem com a escovinha para dentro da máscara, porque, com isso, o ar entra mais facilmente, além de sobrecarregar a escovinha com produto, deixando os cílios pesados e com aquele aspecto sobrecarregado.
  • Se sua máscara já está bem seca e grossa, você pode pingar algumas gotinhas, bem poucas, de três a seis, de colírio, ou soro fisiológico, e ir mexendo até sua consistência voltar ao normal. Faça isso aos poucos, e vá acrescentando mais gotinhas e mexendo bem para que a máscara se dissolva.
Foto: Blog da Thaiane Lopes

  • Outra dica bem simples de fazer seu rímel voltar à textura original, é esquentar o tubinho em banho maria. Coloque um pouco de água bem quente numa caneca e a embalagem dentro, então, conforme a água vai esfriando a máscara vai "derretendo".
E então? Gostaram das dicas? Me avisem se usaram alguma delas e se funcionou com vocês.
Beijos de Glitter!!

Fanpage | Instagram Twitter | Snapchat: @Carolm_Ana


Oi Pessoas!! Você com certeza percebeu o estardalhaço que foi a tendência dos tênis brancos no ano passado, rolou até um Top 5 com Tênis da Adidas, com direito a dois tênis brancos incríveis, que você encontra AQUI, e em 2017 não podia ser diferente. O branco continua super em alta esse ano, com o diferencial de estar presente nas botas, em especial as de cano curto. E se você ficou curioso ou dividido com essa tendência, vem comigo que eu vou explicar tudo, sobre como aderir à essa tendência cheia de estilo.

Foto: Virando Moda

  • Bota Branca com Calça
As botas brancas são as queridinhas de quem busca um visual Street Style, bem casual, por isso os jeans são uma das maiores escolhas na hora de combinar o calçado, mas se você quiser usar a bota no trabalho, ou em um evento mais formal, e ainda assim preferir a calça, a opção é a Pantacourt, que é folgadinha e menos comprida. A dica para combinar a calça jeans com a bota branca, ou de qualquer cor, é dobrar a barra da calça, ou escolher as mais curtas, para deixar a bota em maior evidência.

Foto: Virando Moda
  • Bota Branca com Saia
A saia que é preferência das blogueiras nessa temporada, combinada à bota branca, é com certeza a de couro fake, por montar um visual mais quente e pesado, o que combina bastante com essa época do ano. Outra preferência, e que fica a seu critério, já que nem todos são adeptos a ela, é a saia midi, tantos as neutras quanto as estampadas e com cores mais fortes.

Foto: Virando Moda
  • Bota Branca com Shorts
Os shorts são, na minha opinião, a peça mais confortável de todas, em especial os jeans, e os de modelo destroyed, além de combinar com quase todas as peças, e não te fazer passar tanto calor. Por isso, combinar bota branca + shorts jeans é bem simples, essa dupla só vai precisar de uma blusa mais folgadinha, com as escolhas das meninas da foto. Mas vale lembrar que o shorts traz um visual mais casual à produção, por esse motivo há algumas limitações quanto ao local em que deve ser usado.

Foto: Virando Moda
  • Bota Branca com Vestido
O vestido é sem dúvidas o jeito mais fashionista de usar a bota branca, tanto pela variação de modelos e estilos, quanto pela grandiosa paleta de cores. E você pode apostar desde um vestido mais formal, com tons neutros, até algo mais fashion, como os sleep dress, sem arrependimentos.

Foto: Virando Moda
A dica principal é se jogar nessa tendência sem medo, que assim como os tênis brancos, voltaram com tudo, e devem permanecer por muito tempo.
Deixem nos comentários quais os jeitos que vocês usam a bota branca, e se são fãs ou não dessa tendência.
Até Quinta!
Beijos de Glitter!!

Fanpage | Instagram Twitter | Snapchat: @Carolm_Ana


Oi Pessoas!! Em um post antigo meu, dei algumas dicas de como evitar as bolhinhas na hora de pintar as unhas, esse post AQUI, e hoje as dicas, que eu, inclusive, uso a maioria, são sobre como fazer o esmalte durar mais, evitando aquele descascado chato nas pontas das unhas, e até a perda de brilho.

Foto: Virando Moda
  • Limpar e secar bem as unhas antes de esmaltar faz uma grande diferença, umas vez que até mesmo o creme usado para tirar as cutículas pode dificultar na durabilidade.
  • Se você não é adepta a essa prática, pode pular a dica, já que não são todas as pessoas que gostam de polir as unhas, com uma lixa própria, claro. Esse processo de polimento ajuda a nivelar a unha e faz com que o esmalte tenha uma melhor aderência.
  • Passar a base antes da esmaltação é bem importante, pois é ela que "prepara" a sua unha para receber as próximas camadas de esmaltes, e desde que comecei a fazer isso, há mais ou menos um ano, a esmaltação dura muito mais que sem a base.
Foto: Delas

  • Camadas finas de esmalte são com certeza a maior dica de todas, pois mesmo que você use todas as dicas, se as camadas estiverem muito grossas, pode ter certeza que em algum momento seu esmalte vai lascar.
  • Depois de feita a esmaltação, tirar o excesso de esmalte que fica perto da unha também ajuda, porque conforme ele vai secando, lascar o esmalte se torna mais fácil.
  • Usar Top Coat, ou um spray secante, ajuda a dar um brilho extra, ao mesmo tempo em que protege as unhas.
  • E se você preferir, ao longo da semana. repasse o ultra brilho, para "garantir" a durabilidade e o brilho das unhas, mas cuidado para as camadas não ficarem tão grossas.
Foto: Vestir e Maquiar
Se suas unhas forem de gel, tem um post completíssimo AQUI no blog, sobre como cuidar delas.
Espero que gostem e usem bastante as dicas.
Beijos de Glitter!!

Fanpage | Instagram Twitter | Snapchat: @Carolm_Ana


Oi Pessoas!! Estava louca para trazer esse post pra vocês, por ser uma das tendências que eu mais estou amando, e mesmo que aonde eu more só faça frio lá pra Junho, e eu basicamente hiberne nessa época, vou tentar ao máximo aderir à essa tendência maravilhosa! Mas agora vamos lá, que eu vou mostrar vários jeitos legais e super fashionistas de usar a Meia-Calça Arrastão.

Foto: Virando Moda



  • Calça Jeans Destroyed:
A calça jeans destroyed é a peça preferida de quem está se jogando nessa tendência, por mostrar a meia-calça apenas em algumas partes da peça, em especial com botas e coturnos, que são calçados mais pesados, dando um ar Rock Chic. Mas vale alertar, que essa combinação é ideal para as regiões mais frias, já que elas esquentam mais o corpo, então nada de aproveitar aquele dia mais quente para aderir a essa dupla, porque você vai ficar desconfortável.

Foto: Virando Moda

  • Com o cós à mostra
Você com certeza encontrou milhares de fotos nas redes sociais, de blogueiras e fashionistas, usando a meia-calça arrastão com um shorts ou calça de cintura alta, e o cós da meia à mostra. E foi basicamente assim que a meia arrastão voltou com tudo nesta temporada. A dica aqui é combinar a peça com blusas cropped, mais curtas, mas de preferência com uma calça de cintura alta, não deixando "tanta pele à mostra".

Foto: Virando Moda

  • Shorts
Eu simplesmente amo shorts, talvez porque na minha cidade faça muito calor, mas, de todo jeito, esta foi a maneira de usar meia arrastão que eu mais gostei e me identifiquei. A ideia aqui é bem simples:  um shorts, com uma blusa mais soltinha e botas ou coturno. Mas se você for adepta ao cropped, ou quiser combinar o shorts com o cós à mostra, a dica é fazer como a Camila Coutinho, e escolher um shorts boyfriend, que é mais folgado e tem uma cintura um pouco mais alta.
Foto: Virando Moda
  • Saias e Vestidos
Ao mesmo tempo que a meia traz um ar mais pesado ao look, a saia, ou vestido, dependendo do modelo, equilibra o look, o deixando nem tão pesado, nem tão girlie. Você pode usar a meia arrastão como na primeira imagem, com uma bota over the knee, deixando apenas parte da meia à mostra, ou usá-la com calçados de canos mais baixos, como nas outras imagens.

Foto: Virando Moda
  • Blusões
Camisas de tamanhos maiores que o seu, assim como os blusões são ótimas escolhas para quem prefere uma roupa mais soltinha, e não se dá tão bem com vestidos. Para combinar a peça, o calçado perfeito é a bota, geralmente coturno, que já foi citado várias vezes nesse post, e também é umas das tendências do Outono/Inverno 2017.

Foto: Virando Moda
  • Meia soquete
Mas se dentre todos os jeitos acima, você não se identificou com nenhum, por achá-los muito chamativos, a opção é usar a versão soquete da meia arrastão, que diferente dos calçados usados lá em cima, têm como preferência das fashionistas os saltos, desde os mais grossos e baixos aos mais altos e finos.

Foto: Virando Moda
E essas foram algumas das maneiras mais preferidas de usar a meia arrastão. Se você quiser conhecer tudo sobre uma outra tendência desta temporada de 2017, o veludo vermelho, é só clicar AQUI.
Até mais. Beijos de Glitter!!

Fanpage | Instagram Twitter | Snapchat: @Carolm_Ana


Oi Pessoas! Como vocês estão? Tudo bem? Que saudades que eu estava de vocês. Depois de um conturbado fim do Ensino Médio, Vestibulares, Enem e um grande bloqueio criativo, estou de volta. E pra começar, eu resolvi trazer um Guia Completo do Veludo Molhado, Tendência do Outono/Inverno e o queridinho dos últimos desfiles de moda.

Foto: Virando Moda
Antes vamos entender direitinho o que é o Veludo Molhado. Esse tecido, em especial, têm a aparência um pouco diferente do "original", por ter o aspecto de amassado, dando a impressão de estar molhado, por isso o nome. Agora vamos lá, que eu vou dar umas diquinhas bem legais de como usar essa tendência maravilhosa à lá anos 80.

Foto: Virando Moda
Os casacos são um modo bem simples de incorporar o Veludo no seu look, já que as opções são enormes, variando de casaquinhos e blazer, aos casacos alongados, que eu amo de paixão. Com os blazers super em alta, vale apostar numa produção Casual Chic, ou se jogar de vez nele, como a Cara, no segundo look da foto.

Foto: Virando Moda
Nas calças as variações são infinitas, e a que eu mais gostei, com certeza, foi a dupla Veludo Molhado + Calça Flare, que traz mais ainda aquela vibe anos 80. Mas se você quer um visual mais formal, sem perder aquele toque chic e casual, vale apostar numa calça de modelo mais soltinho, como a da segunda foto.

Foto: Virando Moda
Se você quer se jogar no Veludo sem medo e sem arrependimento, os vestidos são a escolha perfeita, desde os curtos, até os midi e longos. Os tons escuros combinam perfeitamente com essa peça, assim como recortes, fendas e bordados.

Foto: Virando Moda
Os Slip Dress são a minha aposta, escolha e paixão dessa onda Veludo Molhado. Você pode apostar num modelo folgadinho, com uma camisa branca por baixo, ou num Slip mais justo, sem a camisa, mas com uma choker, no mesmo tecido do vestido.

Foto: Jade Seba
E foi isso meus amores, essas são as minhas peças favoritas com o tecido, e que já caíram no gosto de muitas blogueiras e fashionistas, então amor, se joga porque não tem erro.
Até o próximo post. Beijos de Glitter!

Fanpage | Instagram Twitter | Snapchat: @Carolm_Ana


Oi Pessoas! No post de hoje eu vim falar um pouco mais com vocês (porque eu ando falando muito dele lá no meu instagram) sobre meu batom vermelho preferido do momento: O Vermelho Rubi, da Yes Cosmetics! Infelizmente a loja que tinha aberto há pouco tempo na minha cidade fechou, e eu só consegui comprar esse batom, mas a empresa vende muitos artigos de maquiagem, além de perfumaria. Então, vamos começar a resenha?!


Foto: Virando Moda
Descrição do produto, segundo a Empresa: 
A linha Yes! Make.Up agora conta com mais uma novidade: batons de acabamento matte. Acompanhando as tendências internacionais de maior sucesso, a Yes! combinou a fórmula hidratante com o efeito opaco em cores para todos os estilos. Dos tons nude aos mais intensos, a Coleção Matte conta com batons de fácil aplicação e alta cobertura. O acabamento matte confere, ainda, toque aveludado e duração prolongada.
A Yes! afirma que o produto é matte, mas eu o considero como um semimatte, por não ser tão seco, além de transferir um pouco, o que o diferencia dos batons matte líquidos (que inclusive eu fiz uma resenha sobre o Batom Fru Fru da Dailus, e você encontra AQUI), e até mesmo alguns de apresentação em bala que são super complicados de aplicar.

Foto: Virando Moda
Ele é um vermelho bem bonito, e tem uma textura aveludada, que mesmo sendo matte proporciona uma sensação de "hidratação", mas vale lembrar que é sempre bom passar um lipbalm antes de aplicá-lo, para não evidenciar os lábios, se estiverem secos.

Foto: Virando Moda

O Vermelho Rubi possui um tom de vermelho bastante parecido com o Ruby Woo da M.A.C., além de ter uma vantagem sobre o produto gringo: o custo. Eu paguei apenas R$ 29,90, mais da metade do batom da M.A.C., que custa R$ 73,00, nas lojas virtuais que já acessei.

E só pra vocês terem uma ideia da beleza desse batom, aí vai algumas fotinhas minhas usando ele:



E foi isso meus amores! Espero que tenham gostado da resenha e comprem muito esse batom, porque ele é muito maravilhoso.
Beijos de Glitter e até a próxima Terça!!

Fanpage | Instagram Twitter | Snapchat: @Carolm_Ana


@carolinamirandacm

@carolinamirandacm